Esclareça as suas dúvidas através de Consulta jurídica realizada por videoconferência através do Skype ou do whatsapp, ligando 966150904 para informações e agendamentos, ou utilize os contactos disponíveis em www.servicos-advocacia.pt.
Conte com o apoio de Advogados na instrução e submissão do seu processo de financiamento.

Na resposta à actual situação de emergência nacional, derivada da Pademia causada pelo vírus Covid 19, foram disponibilizadas quatro linhas de crédito, através das instituições bancárias e garantidas pelo Estado, que abrangem todos os sectores da economia.
As empresas poderão aceder a estas linhas de crédito, que ascendem a um total de 3 mil milhões de euros de financiamento adicional à economia, desde que mantenham os postos de trabalho.

As linhas de crédito envolvem período de carência até 12 meses, e prazo de amortização até quatro anos, destinando-se às seguintes áreas de actividade, em concreto:
- Restauração e similares:
600 Milhões de Euros, dos quais 270 Milhões de Euros para Micro e Pequenas Empresas.
Destinatários: Microempresas, PME, com situação líquida positiva no último balanço aprovado; ou, situação líquida negativa e regularização em balanço intercalar aprovado até à data da operação.
Quais as condições? Máximo por empresa: 1,5 Milhões de Euros, contragarantias: 100% e prazo de operações 4 anos.
- Turismo – Agências de Viagens; Animação; Organização de Eventos e Similares
200 Milhões de Euros, dos quais 75 Milhões de Euros para Micro e Pequenas empresas
Destinatários: Microempresas, PME, small mid cap e mid cap com situação líquida positiva no último balanço aprovado; ou situação líquida negativa e regularização em balanço intercalar aprovado até à data da operação.
Quais as condições? Máximo por empresa: 1,5 Milhões de Euros, contragarantias: 100% e prazo de operações 4 anos.
- Turismo – Empreendimentos e Alojamentos
900 Milhões de Euros, dos quais 300 Milhões de Euros para Micro e pequenas
Destinatários: Microempresas, PME, small mid cap e mid cap com situação líquida positiva no último balanço aprovado ou situação líquida negativa e regularização em balanço intercalar aprovado até à data da operação.
Quais as condições? Máximo por empresa: 1,5 Milhõs de Euros, contragarantias 100% e prazo de operações 4 anos.
- Indústria – Têxtil, Vestuário, Calçado, indústrias extrativas (rochas ornamentais) e da fileira da madeira e cortiça:
300 Milhões de Euros, dos quais 400 Milhões de Euros para Micro e Pequenas Empresas
Destinatários: Microempresas, PME, small mid cap e mid cap com situação líquida positiva no último balanço aprovado; ou situação líquida negativa e regularização em balanço intercalar aprovado até à data da operação.
Quais as condições? Máximo por empresa: 1,5 Milhões de Euros contragarantias: 100%, Prazo de operações 4 anos.
Estão ainda disponíveis outras linhas de crédito no montante de € 260 M:
Dos quais 200 Milhões de Euros para apoio de tesouraria, no quadro do Programa Capitalizar (operacionalizada pelo sector bancário), incluindo áreas não abrangidas pelas linhas de crédito identificadas acima;
Destinatários: Sobretudo Microempresas e PMES:
Situação líquida positiva no último balanço aprovado, ou situação líquida negativa e regularização em balanço intercalar aprovado até à data da operação.
Quais as condições? Máximo por empresa: 1,5 Milhões de Euros, com garantia até 80% do capital em dívida e contragarantias: 100% e prazo de operações de 4 anos para Fundo de Maneio e 1 a 3 anos para Tesouraria.
- Linha de crédito de 60 Milhões de Euros para microempresas no sector do turismo (operacionalizada pelo Turismo de Portugal)
A quem se destina?
Microempresas do sector do Turismo que estejam licenciadas e registadas no Registo Nacional de Turismo, se exigível e não se encontrem numa situação de empresa em dificuldade e não tenham sido visadas com sanções administrativas ou judiciais nos 2 últimos anos.

Quais as condições? Montante: 750 €/mês/trabalhador e montante máximo: 20 mil euros, com duração: 3 meses e reembolso: 3 anos (com 1 ano de carência) sem juros.
Exige garantia, fiança pessoal de sócio.
Entidade responsável: Turismo de Portugal, I. P..

Apoio